Seja bem-vindo ao site da Sicredi Serrana

Seja bem-vindo ao site da Sicredi Serrana

Você sabe o que é a SELIC e por que ela existe?

02 de Fevereiro de 2021

Você sabe o que é a SELIC e por que ela existe?

Aprox. 5 min de leitura

Portais de notícias e em jornais noticiam sobre a Selic e, partir disso, percebemos que ela afeta nossa vida financeira e a economia do país. 

Mas, o que ela significa?

A sigla SELIC significa “Sistema Especial de Liquidação e de Custódia” do Banco Central do Brasil. Trata-se de um programa virtual onde os títulos do Tesouro Nacional são comprados e vendidos diariamente e é responsável por processar a emissão, o resgate, o pagamento dos juros e a custódia desses títulos. 

Taxa Selic já é outra coisa! Ela tem a ver com os títulos públicos que o governo oferece nesse sistema eletrônico e influenciam as taxas de juros praticadas no Brasil, desde as de uma instituição financeira ao conceder um empréstimo até as que um investidor recebe ao realizar uma aplicação financeira.

Explicando melhor como funciona:

Os títulos do Tesouro Nacional são como certificados de dívida vendidos pelo governo por meio do Sistema Especial de Liquidação e Custódia (Selic).

Quando alguém compra um ou mais títulos, ganha o direito de receber o valor de volta com juros em um determinado vencimento.

Porém, a maior parte dos títulos é comprada por instituições financeiras, porque, por lei, toda instituição precisa depositar uma parcela dos depósitos recebidos no dia em uma conta do Bacen. É uma forma de controlar a quantidade de dinheiro em circulação e evitar o aumento da inflação.

Porém, existem dois tipos de Taxa Selic!

Taxa Selic Over: essa é a taxa média das operações de financiamento de um dia, lastreadas em títulos públicos federais, realizadas no Selic, ponderadas pelo volume das operações. É a taxa básica de juros efetivamente exercida no Brasil;

Taxa Selic Meta: essa taxa é que a que estamos nos referindo aqui! Ela é a taxa básica da economia do Brasil e é utilizada como parâmetro para outras taxas do mercado. Pode ser entendida também como a Taxa Máxima que o Governo está disposto a pagar.

E como é definida a Taxa Selic Meta?

O Comitê de Política Monetária (COPOM) do Banco Central do Brasil, se reúne a cada 45 dias para definir se aumenta, diminui ou mantém o valor. 

Hoje, ela está em 2% ao ano, acesse aqui para ler sobre a manutenção da Taxa Selic.

Por que ela foi criada e como ela afeta o seu dia a dia?

A Taxa Selic foi criada em 1979, com o objetivo de ser um controle de inflação. Isso quer dizer que quando o BACEN, por meio de sua política monetária, diminui a Taxa Selic, está incentivando as pessoas a gastarem seus valores na economia, acarretando em mais dinheiro circulando e as empresas a investirem no aumento da sua produção.

Quando o BACEN aumenta a Taxa Selic, está incentivando as pessoas e empresas a investirem seus valores no mercado financeiro o que acarreta em menos dinheiro circulando na economia e consequentemente menor aumento de preços, o famoso “controle da inflação”.

E como ficam seus investimentos?

Por influenciar a economia, a Taxa Selic afeta também os investimentos em renda fixa. Um dos exemplos é a poupança que remunera as aplicações da seguinte forma: 

Se a Taxa Selic estiver acima de 8,5% ao ano: a poupança rende 0,5% ao mês + Taxa Referencial (TR);

Se a Taxa Selic estiver igual ou abaixo de 8,5% ao ano: a poupança rende 70% da Selic transformada em mês + Taxa Referencial (TR).

Um indicador utilizado como balizador de investimentos em renda fixa e que sofre impacto com as oscilações da Taxa Selic é o Certificado de Depósito Interbancário, o CDI. Falaremos um pouco mais sobre ele em outro post. 

Desta forma, as alterações da Taxa Selic, mesmo que indiretamente, afetam também os investimentos em CDB, LCA e fundos de investimentos em renda fixa.

 

Sobre a Sicredi Serrana

A Sicredi Serrana é uma instituição financeira cooperativa comprometida com o crescimento dos seus associados e com o desenvolvimento das regiões onde atua. Com 35 anos de atuação, a Cooperativa está presente em 23 municípios da Serra Gaúcha e do Vale do Caí, com 32 agências e mais de 126 mil associados. Neste ano, ampliará a sua área de atuação para mais cinco municípios localizados no estado do Espírito Santo. (www.sicrediserrana.com.br).

Facebook | Instagram | LinkedIn | Youtube

Busca

Destaques