Seja bem-vindo ao site da Sicredi Serrana

Seja bem-vindo ao site da Sicredi Serrana

COPOM define 11° aumento consecutivo de Taxa de Juros: 12,75% é a nova SELIC

03 de Maio de 2022

COPOM define 11° aumento consecutivo de Taxa de Juros: 12,75% é a nova SELIC

Aprox. 5 min de leitura

Após reunião ocorrida nos últimos dois dias (03 e 04), o Comitê de Políticas Monetárias (Copom) vinculado ao Banco Central do Brasil, apresentou a nova Taxa de Juros da economia brasileira: 12,75% a.a. O aumento de 1 p.p. sinalizou a continuidade do ciclo que vem ocorrendo desde março de 2021, quando houve a primeira elevação da Selic (na época de 2% para 2,75%). 

Agora, com 10% a mais na conta da Selic em apenas um ano (2,75 – 12,75), o ciclo econômico no país é outro: recessão da economia e a inflação doméstica e global.

Quanto a recessão econômica, a tendência é desestimular a produção e o consumo, afetando diretamente a recuperação da economia no curto e médio prazo. Setores como o varejo, construção civil, educação e tecnologia acabam sendo os principais afetados com os juros altos. 

A maior causa do aumento da Selic é a inflação. O problema inflacionário vem se distanciando do teto previsto pelo Banco Central – conforme Boletim Focus da última segunda-feira, para 2022 o IPCA passou de 7,65% para 7,89%. É a 16ª semana seguida que ocorre uma revisão para cima das expectativas do mercado. 
Para termos uma noção, no início do ano o Banco Central projetou a meta da inflação de 3,5% para 2022, com um desvio padrão (margem) de 1,5% tanto para cima quanto para baixo. 

O conflito entre Rússia e Ucrânia também influenciou no aumento da inflação. Devido ao conflito bélico, o preço de commodities importantes, como o petróleo, níquel, trigo e milho, aumentaram. A alta do petróleo afeta além dos derivados, a cadeia logística de quase todos os produtos, visto que os transportes correspondem a quase 60% de todos os custos envolvidos na produção, segundo a Associação Brasileira de Logística (Aslog).

Ainda que no Brasil, o fluxo de importações de fertilizantes para o agronegócio não tenha sofrido com o conflito, projeta-se que com a continuidade do mesmo o governo brasileiro precise intervir com sansões, seguindo uma política mundial de países aliados como EUA, Reino Unido e França.

Sem dúvidas, tais sansões ligadas a fertilizantes, aliadas a grande dependência da matriz produtiva ao agronegócio no Brasil, afetariam fortemente a produção para o próximo ano, visto que o setor corresponde a cerca de 20% do PIB brasileiro.

A postura de aumento de taxa Selic tende a se manter até final de 2022, devendo chegar na casa dos 13,25%. Este é o principal instrumento de controle da inflação e, como ela se mantém fora da meta, novos aumentos deverão ser feitos.  Caso as medidas surtam efeito positivo, um novo ciclo de diminuição de taxas pode ocorrer a partir de 2023, gerando novamente estímulos à atividade econômica no Brasil.

Por outro lado, existe um cenário positivo para quem investe hoje. Com o aumento da Selic, investimentos ligados à taxa sofrem impacto positivo na rentabilidade. É o caso do CDI. 

Aplicações pós-fixadas pelo indexador CDI/DI (principal índice da Renda Fixa utilizado para remunerar CDBs, RDCs, LCAs, e outros títulos), com a nova taxa, devem ficar já em maio na faixa de 1,05 % a.m., isso se investidas a 100% do índice sem considerar os impostos. Para esse tipo de aplicação, o Sicredi conta com os tradicionais Sicredinvest e LCAs pós-fixados.

Oferecemos também opções como os fundos de Renda Fixa Sicredi CDI+ e Sicredi Crédito Privado, além de Multimercados, como os fundos Schroders Multi Classes e Sulamerica Multi Classes. 

Um ótimo atrativo de nossos produtos é o baixo valor de entrada que partem de R$ 50 (Sicredinvest) e R$ 100 para fundos de investimento (Sicredi Crédito Privado). A dica é conferir um pouco mais em nossa home de investimentos.

Um investimento tradicional, que está se valorizando com a taxa de juros a 12,75 % a.a. é a Poupança. Ela deve ter novo aumento em seu indexador básico, a Taxa Referencial (TR). A regra de remuneração da Poupança Nova é de TR + 0,50% a.m, isso quando a taxa Selic está acima de 8,5% a.a. Se você busca um aprofundamento maior sobre a rentabilidade da poupança, clique aqui para conferir o histórico da remuneração dos depósitos.

Portanto, o investimento que mais valerá a pena é aquele que faça sentido aos seus objetivos e necessidades. Considere sempre diversificar seus investimentos e respeite o seu perfil de investidor. Como dica, disponibilizamos nosso simulador de investimentos que poderá lhe auxiliar na escolha dos produtos.

Conte com nossas equipes para auxiliá-lo nas melhores decisões de investimentos!

Texto: Régis Luis Kunzler- Assessor de Negócios da Sicredi Serrana

Busca

Destaques